segunda-feira, 30 de junho de 2014

"Notebooks" caseiros (lesktop - uma revisão do que achei na net)

Olá macacada, tudo bem? Digitei este texto à pouco, espero que gostem/tenha serventia à alguém. Divirtam-se :D

Introdução

A temática notebook caseiro sempre me instigou, visto que nunca tive um notebook e sempre quis algum pc portátil para poder levar meus textos, digitar, aproveitar a net de locais públicos, etc.
Em minhas pesquisas, pelo ano de 2009, encontrei algumas coisas, como o notebook caseiro do Krovax (que infelizmente não salvei nada além da memória dele em meus neurônios, uma pena, pois ele descrevia até a retirada da tampa do lcd normal para colocar numa maleta de ferramentas. Infelizmente já foi retirado da net). Agora, neste 2014, voltei a pesquisar sobre tal, mais por curiosidade do que por vontade de fazer (afinal, nunca me sobrou um desktop para fazer isso, e nem $ para um monitor), e acabei encontrando mais informações que antes :D
Recomendo aos curiosas/os que desejem fazer a coisa, que salvem no HD (ou pendrive, DVD, CD, impresso, talhado na pedra, etc), pois a informação na internet é mui volátil, várias coisas boas se vão (ah, minha doce pirataria, porque você tem memória curta, só gosta dos filmes mais babados do momento), e, em outros, os ruins permanecem...enfim, ta ai.



Justificativa


Antes de entrar nas referências, as justificativas aos caxias é de que um aparelho desses poderia ser usado em locais de pouco espaço, carros, e, porque não, ser portátil mesmo? Penso na ideia de estudantes pobres o levarem para pontos de acesso livre e poderem estudar, pessoas trabalharem online em locais como bibliotecas, porque não? Claro que tem desvantagens, como o peso, não é tão fino e portátil assim, fora as questões de ter de obter um dispositivo usb para wi-fi, não tem bateria, não pode receber pancadas por causa da pickup do hd (caso não saibam sobre o funcionamento do hd, clique aqui), mas, ainda sim, creio que são alguns problemas que podem ser superados, e explanarei sobre eles no final deste texto.

As referências que achei surfando radicalmente na net:

A primeira foi essa aqui, do Blog do Caipira, um post em que o autor coloca as peças de um desktop dentro de uma caixa de madeira, incluindo a tela lcd. Achei que ficou bom, pois ele colocou um tampo para proteger as peças. Algo que peca, no entanto, é a falta do processo de montagem, o passo a passo. Um ponto positivo também é que ele não desmonta a fonte, o que ocupa mais espaço, porém, é maior a segurança. O link da coisa: http://www.blogdocaipira.com/2009/02/da-serie-faca-voce-mesmo/comment-page-1/#comment-36413 .

A segunda referência é o blog de Daniel Spalding, em inglês, que também mostra um pc dentro de uma caixa, no caso, uma maleta de plástico e metal. Ele não inova em relação ao nosso brasileiro acima. O link: http://www.danielspalding.com/2009/01/the-poor-mans-netbook.html

Este link ( http://cybervida.com.br/notebook-feito-em-casa ) é uma reprodução de uma noticia, de um chines que fez seu notebook com madeira. Mostra um pouco do processo de fabricação com madeiras e ele retira a tampa da fonte, mas, nada mais detalhado.


Nesta postagem se mostra o poder de um "lesktop" para jogos, ou seja, mui poderoso e relativamente portátil, mas, ainda há problemas, no caso, não tem proteção para as peças, e o teclado, nas fotos, fica ainda por cima delas. Um perigo se quebrar alguma: http://pt.wikinoticia.com/Tecnologia/Gadgets/132970-o-mais-curioso-universo-aparelhos-vii



Nossa próxima referência é um vídeo, no caso, de Guilherme Oliveira, que monta o computador em uma caixa de papelão. Confesso que não vi o vídeo inteiro (que qualidade horrorosa, mas, ainda sim, se não tem $ para câmera boa, vai a ruim mesmo ), mas, entendo que, por ser de papelão, abrir furos para saídas seja bem mais facil, rs. Existe o problema da fragilidade, e, uma gota de água = merda. O link: https://www.youtube.com/watch?v=bQqFkpnGB0o

Por fim, o que achei mais divertido, e mais atual também, o de Robson Sato, que faz o "lesktop" (fusão da palavra "desktop" com o "l" de "laptop") em um vídeoke! Sim, esse é o mais engraçado, a imagem é boa, e ainda tem um passo a passo de como fazer a coisa. As vantagens são que ele reaproveitou uma carcaça que poderia ir para o lixo (a do videoke), fez tudo tampado, ensinou a desmontar a fonte, porém, nem ele (e me parece que ninguém) desmontou a tela para economizar espaço. O link da criação se encontra aqui: https://www.youtube.com/watch?v=bQqFkpnGB0o


Considerações sobre tudo o que foi visto:

Creio que algumas lições possam ser retiradas quanto ao que foi visto. A primeira que um notebook feito com peças de desktop é mais poderoso, mas nunca mais portátil. Porém, tem sim sua portabilidade,menor, claro, mas tem.

A ventilação é algo bem preocupante, e o projeto do Robson Sato é o que mais se preocupa com ela. Creio que furos extras no gabinete, nem que sejam furos pequenos feitos por máquina de furar seria o melhor para ajudar, além de, claro um cooler extra se possível.
Alguns projetos tem proteção para as peças, isso é desejável, pois choques e pancadas podem ferrar o "lesktop", mas, esta deve estar furada, para ventilar melhor. Talvez furada feito uma peneira seja o melhor.

Quanto à bateria, nenhum se propõe à resolver esse problema, e aqui não tenho propostas.

Relativo ao gabinete onde ele vai ficar, creio que madeira seja o melhor, preferencialmente toda furada para a ventilação. Os projetos do Blog do Caipira e o leskbook de madeira chinês são os melhores, e creio nisso por ser um material barato. Claro que pode ficar mais pesado (mesmo usando madeirite), mas, é melhor ter segurança. O plástico não é tão resistente, mas, ainda pode ser bom, também furadinho. O metal não recomendo, pois qualquer erro pode dar um curto circuito, fora choques no usuári@
.

Quanto ao problema do HD, que apontei lá no inicio, considero ele crítico, pois qualquer pancada mais forte pode fazer um badblock (basta pensar que, se você levar o lesktop numa mochila e tomar um tropeção e cair será = a um badblock), então a minha sugestão é substituir o HD IDE ou SATA por SDD. Claro que nem todo mundo tem $ para HD SDD, então, creio que o melhor seja memórias flash SD para acumular dados (acha-se de até 32gb facilmente nas casas do ramo), pendrive para a swap, pendrive para o sistema operacional (recomendo o  linux mint instalado definitivamente, principalmente se for uma versão lts. Pode mandar instalar normalmente que roda bem. Quanto ao Windows, esse nunca instalei em pedrive).

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário